Blog da Vita

Fique atento à sua pele

2012-04-08T00:00:00+00:00 8 de abril de 2012|Artigos|0 Comments

    8 de Abril, Dia Mundial
de Combate ao Câncer

Por Tallita Rezende,
Dermatologista

O Câncer de Pele é o tipo mais comum de câncer. Hoje, 8 de Abril, Dia Mundial de Combate ao Câncer, é importante chamar atenção para esta doença, que em 90% dos casos está relacionada à exposição excessiva aos raios nocivos do sol (entre as 10h e as 15h).

Por ser visível, o câncer de pele pode ser diagnosticado e tratado em fase precoce, o que torna a cura possível na maioria dos casos. Além de se informar sobre os sintomas e adotar medidas de prevenção, as pessoas devem procurar um dermatologista para exames periódicos, pelo menos uma vez ao ano.

Porém, caso o indivíduo note qualquer alteração na pele, ele deve procurar um profissional imediatamente, mesmo que a última visita ao médico tenha sido recente. Vale lembrar ainda que receitas caseiras podem simplesmente adiar o início de um tratamento com grandes chances de sucesso ou mascarar os sintomas, dificultando o processo de cura.

Saiba mais sobre a doença e previna-se.

Quais os tipos de câncer de pele? Eles são divididos em três tipos principais:

Carcinoma Basocelular (foto abaixo) – É o mais frequente e menos agressivo. Consiste em pequeno nódulo, cor rósea, brilhante que cresce lentamente, até virar uma ferida de difícil cicatrização (uma das características do câncer de pele).

Carcinoma Espinocelular (foto abaixo) – Mais agressivo que o primeiro, cresce mais rápido e se ulcera precocemente, iniciando-se como uma crosta ou pequena ferida.

Melanoma Maligno (foto abaixo) – É o tipo mais grave, porém o menos frequente. São lesões pigmentadas (escuras), irregulares que podem “enraizar”, espalhando-se para outras partes do corpo através do sangue e da linfa, atingindo órgãos vitais.

Como identificar os sintomas de um câncer de pele? É preciso estar atento a alguns sinais:

  • Um crescimento na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida;
  • Uma pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho;
  • Uma mancha ou ferida que não cicatriza, que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento.

Fique de olho nas alterações da sua pele e não hesite em procurar a orientação de um especialista. Isso pode fazer toda a diferença para a sua saúde.

Leave A Comment