Hanseníase: informe-se e previna-se

Produzido por
Dra. Tallita Rezende

Dermatologista

Compartilhe

Tallita Rezende,
dermatologista

A Hanseníase (antigamente conhecida como lepra) é uma doença infecto-contagiosa, de evolução crônica (muito longa) causada pelo Mycobacterium leprae, uma bactéria que acomete principalmente a pele e os nervos das extremidades do corpo. A doença tem um passado triste, de discriminação e isolamento dos doentes, que hoje já não existe e nem é necessário, pois a doença pode ser tratada e curada.

Hoje, informação e prevenção também são meios importantes no controle da doença.

Transmissão
A transmissão ocorre através do contato direto com doentes sem tratamento, pois estes eliminam os bacilos através do aparelho respiratório superior, em meio às secreções nasais e gotículas de saliva, tosse e espirro.

No entanto, é necessário um contato íntimo e prolongado para que haja a contaminação, como no caso da convivência de familiares na mesma residência. Daí a importância do exame dos familiares do doente de Hanseníase.

A maioria da população adulta é resistente à Hanseníase. Já as crianças, são mais susceptíveis. Geralmente adquirem a doença quando há um paciente contaminante na família.

É importante ressaltar que, no caso dos doentes que recebem tratamento médico, não há risco de transmissão.

Sintomas
Após dois a 10 anos do contágio, surgem alterações na pele e/ou nos nervos, mas outros órgãos, como olhos, fígado, baço e testículos, entre outros, podem também ser afetados, se a doença não for tratada.

Na pele, sua primeira manifestação consiste no aparecimento de manchas dormentes de cor avermelhada ou esbranquiçada, em qualquer região do corpo.

É comum ocorrer diminuição da transpiração e queda de pelos no local. Placas, caroços, inchaços, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas.

Com avanço da doença, o número de manchas ou o tamanho das já existentes aumenta e os nervos ficam comprometidos, podendo causar deformações em regiões como nariz e dedos e impedir determinados movimentos, como abrir e fechar as mãos. Além disso, pode permitir que determinados acidentes ocorram em razão da falta de sensibilidade nessas regiões.

Tratamento
A Hanseníase tem cura. O tratamento da Hanseníase no Brasil é feito nos Centros Municipais de Saúde (Postos de Saúde) e os medicamentos são fornecidos gratuitamente aos pacientes, que são acompanhados durante todo o tratamento. A duração do tratamento varia de acordo com a forma da doença: seis meses para as formas mais brandas e 12 meses para as formas mais graves.

Prevenção
Uma importante medida de prevenção é a informação sobre os sinais e sintomas da doença, pois, quanto mais cedo for identificada, mais fácil e rápida ocorrerá a cura. Uma outra medida preventiva, é a realização do exame dermato-neurológico e aplicação da vacina BCG nas pessoas que vivem com os portadores desta doença.

Fique atento à sua pele. Notando qualquer mancha com alteração da sensibilidade, procure um dermatologista!

Essa publicação foi atualizada em 26 de agosto de 2019 12:39

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por
Dra. Tallita Rezende

Dermatologista

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

7 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

7 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás