Categorias: ArtigosDestaques

Pais devem estar mais atentos à postura dos filhos

Produzido por
Dr. Guilherme Foizer

Ortopedista e Traumatologista

Compartilhe

Guilherme Foizer,
Ortopedista e traumatologista

O crescimento da criança e do adolescente é, geralmente, uma grande preocupação dos pais. E eles têm razões para isso, afinal o desenvolvimento abaixo ou então muito acima da média pode ser indício de problemas de saúde. Do ponto de vista da Ortopedia, porém, vale alertar que os problemas e desvios posturais apresentados pelos jovens deveriam preocupar tanto quanto a questão da estatura.

Quando a criança tem problemas endócrinos, doenças metabólicas ou mesmo déficits alimentares que impactam o seu devido crescimento, esses quadros são, na maioria das vezes, precocemente percebidos pelos pediatras e, quando é o caso, encaminhados por eles a outros especialistas. Mas as questões posturais muitas vezes passam despercebidas.

Muitas vezes, são os professores de Educação Física que acabam por alertar a criança ou o adolescente sobre falhas e vícios posturais e, não raro, são eles que acabam até mesmo dando o primeiro alerta para os casos de escoliose idiopática adolescente.

A postura corporal, tanto para caminhar quanto para desenvolver as variadas atividades do dia a dia, pode e deve ser corrigida, realinhada, evitando assim o surgimento de diversas patologias da coluna vertebral na adolescência e, posteriormente, na vida adulta.

A tendência para a má postura pode ser genética ou estar condicionada a características morfológicas do indivíduo, mas é certo que fatores ambientais tendem a agravar a situação.

Mochilas excessivamente pesadas, carregadas em um ombro só, o hábito de “sentar deitado” na cadeira, a “mania” de manter as costas curvadas, as horas a fio frente ao computador sem os devidos apoios para os pés, os braços e os ombros são alguns exemplos de situações comuns de observarmos.

Ao realizar atividades cotidianas em condições inadequadas acabamos por aplicar cargas excessivas em grupos musculares e articulações. A coluna vertebral fica, assim, menos protegida e sofre com o esforço repetitivo e inadequado.

Os quadros que podem surgir daí vão das lombalgias (dores nas costas que não necessariamente indicam patologias instaladas na coluna) a patologias como hérnias discais e o agravamento de desvios (escoliose, lordose e cifose).

Quanto mais precocemente ocorrem as intervenções para a correção postural, melhor. Nesse sentido, a Reeducação Postural Global (RPG) costuma ser uma grande aliada, sendo que também é possível que seja indicada a fisioterapia convencional ou a hidroterapia, por exemplo.

A prática regular de atividade física e o alongamento também são contributos importantes nesse sentido. Somente em casos mais severos é que o uso de colete costuma ser indicado. Em último caso – como em escoliose com grau elevado e com tendência ao agravamento – é que as cirurgias são indicadas. A avaliação de um especialista é sempre fundamental para um diagnóstico seguro e a escolha do melhor tratamento.

Essa publicação foi atualizada em 26 de agosto de 2019 13:31

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por
Dr. Guilherme Foizer

Ortopedista e Traumatologista

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

4 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

5 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás