Por: drª Cynthia de Almeida Mendes,
cirurgiã vascular

O verão já está chegando com toda força. Época de muito sol , calor e pernas à mostra. Nesse período do ano as pessoas começam a reparar mais nas pernas, que tão escondidas estiveram sob as calças compridas do inverno. E aí surgem as dúvidas… “O que são essas manchinhas roxas? Será que estou com varizes ? Tenho que operar? Dá para fazer ´aplicações`? Posso tratar durante o verão?”

Algumas definições nos ajudam a entender o problema e a guiar o tratamento:

IMG 0412 300x224 Pernas de fora

Perna com presença de teleangiectasias


Teleangiectasia
é o nome dados às  vênulas intradérmicas permanentemente dilatadas  com menos de 1 mm de diâmetro. São aqueles famosos “vasinhos” fininhos, que podem ser  avermelhados ou arroxeados e que um grande número de mulheres de todas as idades tem.

 

 

IMG 0482 224x300 Pernas de fora

Veias reticulares


Veias reticulares
são veias intradérmicas com diâmetro entre 1mm e 3mm.

 

 

 

IMG 0415 224x300 Pernas de fora

Pernas com varizes

E varizes são definidas como veias subcutâneas, palpáveis , muitas vezes tortuosas e com mais de 3mm de diâmetro.

A presença de varizes ou teleangiectasias não é normal. Esses achados evidenciam disfunção venosa em menor ou maior grau e devem ser sempre motivo de atenção. O  tratamento depende do grau da doença, podendo necessitar desde procedimentos cirúrgicos ou procedimentos clínicos ambulatoriais.

Alguns fatores podem favorecer o aparecimento de varizes como profissões que exigem grandes períodos em pé ou exijam grande esforço físico e carregamento de peso. O fator genético também influencia, ocorrendo certa predisposição familiar. E, devido aos fatores hormonais, é uma patologia mais comum nas mulheres. Obesidade e sedentarismo também favorecem o aparecimento das mesmas.

Atualmente, o tratamento de escolha quando existem  varizes ou veias reticulares é cirúrgico.
Já as teleangiectasias não precisam ser operadas. Quando isoladas, sem a presença de veias varicosas ou reticulares nutridoras,  podem ser tratadas com um procedimento chamado escleroterapia (conhecida popularmente como “aplicações“) que é realizada com a injeção de substâncias irritantes nessas pequenas veias.

A escleroterapia pode ser realizada no próprio consultório e não impede a paciente de realizar suas atividades habituais. Não é necessário repouso ou restrição de exercícios físicos.

Algumas vezes após as sessões, pequenos pontinhos arroxeados podem aparecer nos locais aplicados que normalmente somem em até sete dias, período no qual deve se evitar a exposição das pernas ao sol. Desse modo o  procedimento pode ser realizado mesmo durante o verão, desde que se programe esse  período sem exposição direta das pernas ao sol.

Insuficiência venosa é uma patologia muito prevalente e pode ter várias apresentações. As varizes podem  ser prevenidas e tratadas se adequadamente diagnosticadas, procure um cirurgião vascular e prepare-se para o verão!