Categorias: DestaquesNotícias

Técnica milenar é usada para aliviar dores de atletas durante as Olimpíadas

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Compartilhe

O super-atleta Michael Phelps exibe marcas da terapia com ventosas

Círculos arroxeados nos corpos de alguns atletas norte-americanos chamaram a atenção de jornalistas de vários veículos internacionais que estão no Rio para a cobertura dos Jogos Olímpicos. Michael Phelps, o maior medalhista de todos os tempos, e o ginasta Alex Naddour estão entre os que já exibiram as marcas deixadas por uma técnica muito interessante, da área da Acupuntura: a terapia com ventosas.

O assunto tem sido tema de diversas reportagens na mídia internacional e também já foi abordado pela BBC Brasil. Por conta dessa repercussão, as pessoas estão querendo saber mais sobre esse procedimento.

Dra Renata Tirol é especialista em Acupuntura

Segundo a médica Renata Tirol, especialista em Acupuntura e integrante do Corpo Clínico da Vita, a técnica das ventosas pode ser utilizada em várias patologias, apresentando eficácia destacada no tratamento de contraturas e em dores osteomusculares. Por tudo isso, é especialmente interessante para o caso dos atletas.

Outra vantagem da terapêutica é a de que ela não impede a continuidade das atividades físicas após a sua realização – a não ser, é claro, que a lesão em si, que estiver sendo tratada, exija o repouso.

“A aplicação das ventosas, com calor direcionado sobre pontos específicos a serem tratados, exerce efeito relaxante e analgésico sobre os músculos”, explica Renata.

Para o procedimento são utilizados recipientes de vidro ou plástico, semelhantes a pequenos copos. Aquecidos, eles são colocados na superfície do corpo, onde se fixam pelo vácuo gerado no seu interior.

“Os círculos que se formam na pele são marcas temporárias, causadas pela aplicação da ventosa. Logo após a aplicação, a marca é mais forte, mas vai sumindo com o passar dos dias”, explica a especialista.

As ventosas são presas por vácuo sobre a pele e geram efeito relaxante e analgésico

Ela também ressalta que, embora na mídia quase sempre a referência à técnica seja feita na sua forma milenar tradicional, com a utilização de fogo para o aquecimento das ventosas, atualmente a tendência dos médicos é utilizar aparelhos especialmente desenvolvidos para gerar o vácuo no interior das ventosas.

“Isso é tão eficiente quanto o tradicional uso do fogo e se configura como uma forma mais segura, evitando qualquer possibilidade de incidente por queimadura”, sublinha.

O ginasta Alex Naddour é outro adepto da técnica

A princípio, todas as pessoas podem se beneficiar com a técnica das ventosas para o tratamento de dores, lesões e problemas osteomusculares. Mas há contraindicações: febre, gravidez, hipertensão arterial descompensada e insuficiência cardíaca são quadros que desabilitam o paciente a receber a terapêutica. Daí a importância de conduzir o tratamento com um médico especializado no assunto.

“O quadro geral de saúde do paciente, bem como outros tratamentos que ele estiver realizando e o seu histórico clínico, precisam sempre ser levados em conta antes de se dar início à terapia”, salienta Renata.

Essa publicação foi atualizada em 24 de agosto de 2019 18:33

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

4 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

5 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás