Categorias: DestaquesNotícias

Testes para investigar Alzheimer poderão ser feitos em iPad

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Compartilhe

Cientistas da Universidade de Cambrige, no Reino Unido, projetaram um novo aplicativo para a iPad, que promete facilitar os diagnósticos de Alzheimer, conforme notícia publicada nesta semana pela revista Época Negócios.

Na avaliação da geriatra Anna Carolina Peres da Silva, esse tipo de tecnologia pode, sim, ser muito interessante como auxiliar na análise do paciente. Ela ressalta, porém, que é necessário esperar estudos comprovativos sobre a validade científica da ferramenta.

Conforme as informações divulgadas pela universidade, o aplicativo, que se chama Cantab Mobile (neste link é possível ver um vídeo em inglês produzido pela universidade para apresentação do software), poderá ajudar a reduzir para apenas alguns minutos o tempo médio necessário para se fechar o diagnóstico da doença. Hoje, o tempo médio necessário de análise e acompanhamento do paciente para se ter uma avaliação segura pode ser de até 3 anos.

Ocorre que diversos casos exigem uma observação mais aprofundada das queixas do paciente, e uma avaliação atenta por parte do médico para verificar como o paciente lida com esses deficits no seu dia a dia. Então, conforme explica Anna Carolina, muitas vezes o diagnóstico de demência não pode ser feito na primeira consulta.

“Por ser uma análise complexa, os testes de rastreio ajudam, e muito, na avaliação clínica”, salienta a especialista. Assim, na sua visão, qualquer software que venha auxiliar os profissionais nesse sentido poderá ser muito bem-vindo.

“Ainda não sabemos em detalhes como funciona o aplicativo, mas acredito que deva constar de perguntas que auxiliem na investigação de queixas de memória do paciente”, avalia a especialista.

Segundo a médica, os testes já existentes e válidos no Brasil – como o mini exame do estado mental (Mini Mental) e o Teste do Relógio – são utilizados nas consultas geriátricas e neurológicas para que os especialistas consigam verificar quais seguimentos da cognição possivelmente estão afetados (memória, atenção, função executiva, habilidades visuoespaciais e linguagem).

“Esses testes auxiliam no rastreio diagnósticos dos deficits cognitivos. Porém, não fornecem o diagnóstico de demência. Para o diagnóstico definitivo, o principal é a história, relatada pelo paciente e/ou pelos familiares, das queixas de memória e a observação do quanto as mesmas interferem no dia-a-dia do paciente”, explica.

O próprio centro Cambridge Cognition, onde o novo aplicativo foi desenvolvido, adverte que o Cantab Mobile “serve apenas para auxiliar o diagnóstico preliminar”, não dispensando uma análise mais profunda por parte do médico.

A previsão é de que o aplicativo seja disponibilizado em 20 línguas e dê três tipos de classificação para os possíveis doentes: “Investigar”, “Monitorar” e “Sem motivo para preocupação”.

Por enquanto, a ferramenta ainda não está disponível para o público e só será distribuída para profissionais de saúde registrados no Reino Unido. Vamos, então, aguardar para ver a evolução da novidade e se ela de fato irá encurtar o tempo de diagnóstico para o Alzheimer.

Essa publicação foi atualizada em 26 de agosto de 2019 12:53

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

4 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

5 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás