Espasticidade

   

Espasticidade é um sintoma de desordem neurológica caracterizada pela contração involuntária dos músculos. Em crianças, a causa da espasticidade costuma ser a paralisia cerebral e, em adultos, esse quadro geralmente aparece como sequela de derrames, traumatismo craniano, esclerose múltipla, entre outras doenças.

Sendo uma contração muscular permanente, a espasticidade pode levar ao encurtamento de músculos e tendões, deixando o paciente com uma postura anormal, dolorosa e limitante das atividades do dia a dia. Por todas essas características, a espasticidade geralmente acarreta grandes perdas de qualidade de vida para o indivíduo e seus cuidadores diretos, uma vez que via de regra implica numa maior dependência para as taferas do cotidiano - o que também pode ser um grande desafio para a socialização dessas pessoas.

Como age diretamente no músculo afetado, propiciando seu relaxamento e consequentemente um maior controle sobre os movimentos, a toxina botulínica tem sido grande auxiliar no tratamento da espasticidade. A terapêutica deve ser aplicada por profissionais devidamente capacitados para esta finalidade. Geralmente sestes são os neurologistas, os neurologistas infantis e os fisiatras.


Diversas patologias, em crianças e adultos, podem acarretar lesões no sistema nervoso central e resultar na perda de controle e força muscular, pois os impulsos nervosos passam a ser emitidos de forma ineficiente ou descontrolada do cérebro para os músculos.

O uso da toxina botulínica: aplicada diretamente no músculo prejudicado, essa substância é capaz de bloquear a passagem do impulso nervoso para o músculo afetado, levando a um “relaxamento”.

Com o "relaxamento muscular" alcançado pela toxina botulínica, o paciente experimenta uma melhora na amplitude dos movimentos.



Diretora Clínica
Drª. Simone Amorim | CRM 98.656
Rua dos Pinheiros, 498, cj.152
Pinheiros, São Paulo - SP | CEP:05422-000
+55 11 2309-4590
vitaclinica@vitaclinica.com.br