Outros tratamentos com Botox

   

Suor excessivo nas axilas, pés e mãos; salivação excessiva; estrabismo e enxaqueca. O que esses casos podem ter em comum? O fato de serem hoje patologias passíveis de apresentar melhorias significativas, graças ao tratamento com Botox.

É preciso deixar claro, entretanto, que a toxina botulínica, mais conhecida popularmente como Botox, devido ao seu uso para fins estéticos, não é uma panaceia para todos os males. Tampouco o tratamento com Botox pode ser feito indiscriminadamente, por pessoas sem a devida formação e preparo para a sua administração.

O que vale a pena entender, antes de tudo, é o que tem em comum o tratamento com Botox para doenças tão diferentes. A toxina botulínica é produzida por uma bactéria conhecida como Clostridium botulinum. Numa explicação simples e objetiva, podemos dizer que essa substância é capaz de promover o relaxamento muscular da área onde é aplicada, o que leva, por tabela, à inibição da cadeia de estímulos da dor, como no caso da enxaqueca, e da produção excessiva de secreções, como no caso das glândulas sudoríparas e salivares.

Naturalmente, essa é uma explicação bastante simples e superficial, apenas para que o leigo perceba, em linhas gerais, qual o princípio dos tratamentos com Botox, como a substância atua no organismo e por que ela é destinada a usos tão diversificados.

Mas falar das diversas possibilidades de tratamento com Botox é fazer também um alerta quanto à necessidade de o paciente estar atento à formação e qualificação do profissional ao qual irá recorrer, pois qualquer tratamento com Botox requer perícia e conhecimento médico, assim como uma análise do quadro individual do paciente.

Cada especialista tem condições de avançar no aprimoramento de técnicas próprias para a sua área quando o assunto é a possibilidade de administrar um tratamento com Botox.

Por isso, o ideal é que um tratamento com Botox, nos casos de paralisia cerebral, por exemplo, seja ministrado por um Neurologista Infantil com especialização nisso. Afinal, trata-se de um quadro em que será necessária tanto a formação específica para a administração da toxina para esses quadros, e ainda um vasto conhecimento sobre a fisiologia do cérebro infantil, dos grupos musculares, além da capacidade de fazer uma anamnese detalhada da criança. Qualificações que só um profissional devidamente qualificado pode ter.

O mesmo princípio serve para todas as outras possibilidades de tratamento com Botox. Consulte sempre um especialista da sua confiança.


Diversas patologias, em crianças e adultos, podem acarretar lesões no sistema nervoso central e resultar na perda de controle e força muscular, pois os impulsos nervosos passam a ser emitidos de forma ineficiente ou descontrolada do cérebro para os músculos.

O uso da toxina botulínica: aplicada diretamente no músculo prejudicado, essa substância é capaz de bloquear a passagem do impulso nervoso para o músculo afetado, levando a um “relaxamento”.

Com o "relaxamento muscular" alcançado pela toxina botulínica, o paciente experimenta uma melhora na amplitude dos movimentos.



Diretora Clínica
Drª. Simone Amorim | CRM 98.656
Rua dos Pinheiros, 498, cj.152
Pinheiros, São Paulo - SP | CEP:05422-000
+55 11 2309-4590
vitaclinica@vitaclinica.com.br