Perguntas e respostas sobre tratamento com Botox

   

O que se busca é, antes de tudo, o ganho de qualidade de vida para esses pacientes, sejam eles crianças ou adultos. Com o tratamento com Botox, esses ganhos, muitas vezes, podem estar, por exemplo, na capacidade de segurar e manusear objetos ou de virar o pescoço.

Os resultados verificados têm sido excelentes. O tratamento com Botox guarda um potencial muito animador, mas a família tem de estar ciente de que muitas dessas patologias podem ser condições permanentes do indivíduo. Assim, os níveis e a extensão dos avanços variam, de caso a caso. O tratamento com Botox é sempre avaliado e planejado de uma forma única para cada paciente. Uma consulta com o especialista é sempre o ponto de partida.

É comum que resultados do tratamento com Botox apareçam logo após a primeira sessão. Mas, como dito acima, tudo sempre varia de paciente para paciente. Somente depois de uma avaliação ampla, feita pelo especialista nessa terapia, é que será possível traçar prognósticos realistas quanto aos resultados.

Normalmente, o tratamento com Botox não tem efeitos colaterais. O que pode ocorrer, pelo fato de se tratar de injeções aplicadas diretamente nos músculos afetados, é o desconforto pela picada da agulha e uma posterior sensibilidade na área - como em qualquer injeção.

O tratamento com Botox consta no rol de procedimentos de planos de saúde e também é oferecido pelo SUS. Igualmente pode ser feito em consultórios particulares, sempre por profissionais devidamente qualificados para essa terapia.

O tratamento com Botox é indicado em todas aquelas patologias em que existem contrações involuntárias e exageradas dos músculos.


Diversas patologias, em crianças e adultos, podem acarretar lesões no sistema nervoso central e resultar na perda de controle e força muscular, pois os impulsos nervosos passam a ser emitidos de forma ineficiente ou descontrolada do cérebro para os músculos.

O uso da toxina botulínica: aplicada diretamente no músculo prejudicado, essa substância é capaz de bloquear a passagem do impulso nervoso para o músculo afetado, levando a um “relaxamento”.

Com o "relaxamento muscular" alcançado pela toxina botulínica, o paciente experimenta uma melhora na amplitude dos movimentos.



Diretora Clínica
Drª. Simone Amorim | CRM 98.656
Rua dos Pinheiros, 498, cj.152
Pinheiros, São Paulo - SP | CEP:05422-000
+55 11 2309-4590
vitaclinica@vitaclinica.com.br