Torcicolo espasmódico

   

O torcicolo espasmódico caracteriza-se por espasmos (contracções) dolorosas e agudas nos músculos do pescoço. O quadro começa de repente e se apresenta de modo intermitente ou contínuo.

O torcicolo espasmódico varia de ligeiro a grave e permanente, e sua incidência é maior entre pessoas entre os 30 e os 60 anos. Em geral, a causa do torcicolo espasmódico é desconhecida, mas, por vezes ele deve-se a doenças como o hipertiroidismo e infecções do sistema nervoso.

Trinta por cento das pessoas que apresentam esta perturbação também têm espasmos noutras zonas, habitualmente nas pálpebras, no rosto, na mandíbula, nos pés ou nas mãos. O torcicolo espasmódico pode persistir por toda a vida, provocando dores contínuas, mobilidade restringida do pescoço e deformidades posturais.

Nestes casos, uma avaliação com um fisiatra ou neurologista poderá indicar a viabilidade da terapêutica com toxina botulínica. Por sua ação direta nos músculos afetados, as aplicações de toxina botulínica podem agir tanto na diminuição da dor quanto como importante auxiliar na reabilitação dos movimentos.


Diversas patologias, em crianças e adultos, podem acarretar lesões no sistema nervoso central e resultar na perda de controle e força muscular, pois os impulsos nervosos passam a ser emitidos de forma ineficiente ou descontrolada do cérebro para os músculos.

O uso da toxina botulínica: aplicada diretamente no músculo prejudicado, essa substância é capaz de bloquear a passagem do impulso nervoso para o músculo afetado, levando a um “relaxamento”.

Com o "relaxamento muscular" alcançado pela toxina botulínica, o paciente experimenta uma melhora na amplitude dos movimentos.



Diretora Clínica
Drª. Simone Amorim | CRM 98.656
Rua dos Pinheiros, 498, cj.152
Pinheiros, São Paulo - SP | CEP:05422-000
+55 11 2309-4590
vitaclinica@vitaclinica.com.br