Categorias: Artigos

Atenção e amor de familiares têm valor terapêutico para idosos

Produzido por
Compartilhe

Anna Carolina Peres,
geriatra.

Você já ouviu alguma vez a seguinte frase: “O amor e a atenção da família nos cuidados com o paciente valem mais que muitos remédios juntos”?

Parece piegas, não é mesmo? Mas é o que mais se observa nos consultórios geriátricos.

Envelhecer não é tão simples. Envolve diminuição das atividades que antes se fazia, seja por problemas de saúde ou por falta de companhia. E, nesse cenário, encontramos a depressão se instalando entre os idosos. Aqueles mais predispostos são os que moram sozinhos, longe de suas famílias.

O caso que apresentarei neste artigo é de uma paciente da Clínica Vita, que, gentilmente, em conjunto com seus familiares, permitiu que publicássemos neste Blog. A história ilustra bem a importância do cuidado familiar para o bem-estar do idoso.

A senhora Tereza Almeida de Oliveira, de 82 anos, chegou ao meu consultório com diversas queixas: sonolência diurna, tontura, cansaço fácil, desânimo e esquecimentos. Estava se esquecendo dos medicamentos que utilizava (aliás, eram oito), queimando comida nas panelas, estava muito repetitiva – contava o mesmo fato várias vezes ao dia -, entre outros lapsos… Nessa época, a paciente morava sozinha.

Iniciei um antidepressivo e solicitei os exames necessários de rotina. Talvez a paciente estivesse com alteração cardíaca, gerando o cansaço, ou, então, a depressão poderia justificar todos os sintomas.

Após alguns meses, no retorno, ficamos felizes com os resultados dos exames: todos normais.

Porém, o desânimo era cada vez maior, mesmo com o antidepressivo. E os esquecimentos estavam piorando.

Foi então que eu disse para um dos seis filhos da paciente: “Vocês terão que supervisioná-la melhor no dia a dia, prestar assistência com os medicamentos e lhe fazer companhia”.

Como um milagre, após algumas semanas, a paciente retorna feliz, sorridente, com a memória praticamente perfeita!

Qual foi o segredo para essa melhora rápida? Você, caro leitor, deve estar se perguntando, não é mesmo? Também eu, como médica, quis saber ansiosamente naquele momento.

Ocorreu que cada um dos seis filhos da D. Tereza começou a dispor de um dia da semana para ficar com ela. Eles seguiram uma escala:

Segundas-feiras – José Carlos;
Terças – João;
Quartas – Lucinéia;
Quintas – Lourival;
Sextas – Marcos;
Sábados – Cida;
Domingos – um deles e sorteado para fazer companhia à mãe.

Está aí um belo indicador de que a frase “O amor e a atenção da família nos cuidados com o paciente valem mais que muitos remédios juntos” é realmente verdadeira!

Estejamos todos atentos aos nossos idosos, pois, muitas vezes, tentamos minimizar seus problemas, achando que apenas os medicamentos são importantes para o bem-estar deles. A atenção, a companhia e o amor nunca serão substituíveis.

 

 

Essa publicação foi atualizada em 26 de agosto de 2019 12:51

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

9 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

9 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

2 anos atrás