Brasileiros precisam de medidas especiais de proteção solar

O Brasil é o país com maior extensão de território com proximidade com o sol (devido à sua localização entre o Equador e o Trópico de Capricórnio). Certamente não é por acaso que o câncer de pele (do tipo não melanoma) é o tipo de câncer mais comum no nosso território, correspondendo a 25% de todos os casos de tumores malignos registrados, conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Temos uma população com características muito heterogêneas, que apresenta grande diversidade no tipo de pele, o que exige a formulação de cuidados muito específicos. Por isso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) publicou, no final de 2013, o I Consenso Brasileiro de Fotoproteção.

Trata-se do primeiro documento oficial desenvolvido com foco exclusivamente na população brasileira. Ele foi elaborado a partir do trabalho de 24 professores que são referências nos estudos a esse respeito no país.

O documento visa estabelecer diretrizes específicas para os dermatologistas e também existe uma versão em pdf, disponibilizada para o público leigo, com orientações gerais sobre fotoproteção: (http://www.sbd.org.br/down/ConsensoFotoprote%C3%A7%C3%A3oLeigoWEB.pdf).

A dermatologista Tallita Rezende, da Clínica Vita, explica que fotoproteção é qualquer medida que vise reduzir a exposição ao sol e prevenir os danos causados pela exposição aos raios ultravioleta.

“Essa é a grande chave para prevenção do câncer de pele. Isto é, fazer as pessoas se conscientizarem de que a proteção solar não é só uma questão de vaidade e que, num país como o Brasil, não está restrita aos momentos em que a pessoa vai à praia, e nem só ao período do verão”, observa.

Além do uso do filtro solar, as medidas de fotoproteção, conforme o documento da SBD, incluem o recebimento de orientação especializada do dermatologista, e as chamadas medidas de proteção mecânica, a exemplo do uso de guarda-sóis, chapéus e óculos de sol.

Apesar de as pessoas com a pele clara e sensível serem mais predispostas ao câncer de pele, a dermatologista explica que o risco da patologia não existe somente para esse grupo.

Realmente, quanto mais escura a pele, mais melanina tem e maior é a capacidade de bloquear os raios ultravioleta. Mas isso, ressalta a médica, não quer dizer que pessoas morenas e negras estão isentas do risco. Pelo contrário, estudos mostram que o câncer cutâneo nesses indivíduos, quando surge, costuma ser ainda mais agressivo e com taxas maiores de mortalidade.

“Talvez isso (a agressividade do câncer) se deva ao fato desses casos serem descobertos mais tardiamente, justamente porque a pessoa acreditava estar imune ao problema, por ser morena ou negra”, observa a especialista.

Para quem vive no Brasil, portanto, a regra é clara: proteção solar é indispensável. A aplicação do filtro deve ser feita diariamente, em crianças acima dos seis meses, e em homens e mulheres de todas as idades. As demais medidas de proteção, obviamente, também valem para todos.

As principais medidas de fotoproteção

– Aplicação diária do filtro solar deve ser feita por TODAS as pessoas logo pela manhã, antes de sair de casa. Isso inclui a proteção labial, com filtro solar apropriado – no caso das mulheres, pode-se optar pelo uso de batons com fator de proteção.

– O banho de sol NUNCA deve ocorrer no período entre as 10h e as 16 horas, sendo que no horário de verão esse horário de restrição fica compreendido no espaço de tempo entre as 11h e as 17 horas.

O protetor solar deve ser reaplicado a cada duas horas.

– Medidas que sejam capazes de oferecer uma barreira física ou mecânica à radiação solar também são importantes. Entram aí todos os acessórios que a pessoa pode usar, como também os equipamentos instalados em casa ou em áreas comuns, como toldos e coberturas, por exemplo.

– O uso dos vários tipos de chapéus representa um importante fator de fotoproteção mecânica, ajudando a proteger o couro cabeludo, o rosto, o pescoço e a região do tórax (dependendo do modelo). Pessoas parcial ou totalmente calvas devem dar especial atenção a esse item.

– Os raios solares também podem causar lesões definitivas nos olhos. A recomendação internacional é para que as lentes dos óculos escuros sejam capazes de absorver 99% de todo o espectro UV. No Brasil, não há legislação para isso. Então, uma dica importante na hora da compra dos óculos é dar preferência aos vendidos em óticas, com descrição clara sobre os fatores de proteção.

– A proteção oferecida por guarda-sóis e barracas irá depender das dimensões e do tecido de composição desses acessórios. São mais eficientes as coberturas feitas com tecidos mais espessos e de cores mais escuras.

– Consultas anuais ao dermatologista para avaliação geral do estado da pele e para o recebimento de orientações são, também, importantíssimas para a proteção e a prevenção de doenças.

Agende sua consulta com um de nossos especialistas!

* Campos obrigatórios


Compartilhe

Recentes

Como a Avaliação Neuropsicológica pode ajudar no aproveitamento escolar?

Como vai o boletim escolar do seu filho? Além da pausa para estudantes e professores, as férias do meio do…

1 dia atrás

Como agir quando a criança sofre uma batida na cabeça?

Nestas férias, temos falado pelos nossos canais sobre a importância dos equipamentos de segurança na hora do lazer e dos…

2 semanas atrás

Após traumatismo do filho, apresentador faz apelo pelo uso de capacetes

O alerta é de quem acabou de passar por um susto daqueles: em suas redes sociais, o apresentador Luciano Huck…

2 semanas atrás

Sim, há um Dia Mundial de Solidariedade na Enxaqueca!

Não importa a estação do ano, quem tem enxaqueca, geralmente tem muita sensibilidade à luz. Segundo a Sociedade Brasileira da…

4 semanas atrás

Médica esclarece dúvidas de telespectadores sobre distonia em programa ao vivo

Distonia é o termo utilizado para definir um distúrbio do movimento caracterizado por movimentações involuntárias, repetitivas e incontroláveis, que podem…

1 mês atrás

Enxaqueca fora de controle põe em xeque trabalho, vida social e relacionamentos

Apesar de conviver com uma patologia crônica, altamente incapacitante e comprometedora da qualidade de vida, o paciente enxaquecoso muitas vezes…

2 meses atrás