Categorias: Notícias

Dificuldades escolares no foco de debate entre especialistas

Compartilhe

Um momento especialmente dedicado à troca de informações e à análise de diversos pontos de vista, sobre situações em comum, vivenciadas na prática clínica. Esse é o propósito do Café Científico, evento mensal que reúne membros do Corpo Clínico da Vita.

A interação e o intercâmbio de experiências entre especialistas de diversas áreas é o grande propósito da iniciativa, conforme explica a diretora clínica, Simone Amorim.

“No dia a dia, sempre conversamos sobre pacientes que são assistidos de forma multidisciplinar. Mas sentimos que, para além disso, é também importante termos encontros mensais, a fim de discutirmos assuntos mais amplos, que sejam recorrentes na nossa prática em consultório”, ressalta a médica.

A fonoaudióloga Joyce Fialho também sublinha o caráter fundamental da interdisciplinaridade nos serviços de Saúde. “A troca de experiências entre especialistas de áreas diversas, mas que lidam com o mesmo tipo de paciente, permite uma visão mais ampla de determinados quadros clínicos, facilitando diagnósticos e otimizando abordagens terapêuticas”, defende.

No primeiro encontro realizado este ano na clínica, no último dia 16, a fonoaudióloga e as neuropediatras Fernanda Monti e Camila Santos, junto com a diretora clínica, conversaram sobre o tema “Problemas de aprendizado e dificuldades escolares”.

Esse é um assunto amplo, que envolve diversas questões dos campos da Neurologia Infantil, da Fonoaudiologia, da Psicologia, da Neuropsicologia, etc. Mas neste evento, especificamente, a fonoaudióloga Joyce teve a oportunidade de detalhar questões sobre o processo de triagem e abordagens terapêuticas para o Distúrbio de Processamento Auditivo (DPAC), nos quadros que envolvem dificuldades escolares e/ou atrasos cognitivos.

“O DPAC compromete a correta compreensão e a elaboração daquilo que se ouve. Esse é um quadro muito mais comum do que pensamos e que pode ou não estar associado a atrasos cognitivos. Quando um profissional de Saúde se depara com uma criança com dificuldades escolares, é fundamental o encaminhamento ao fonoaudiólogo, para investigação desse quadro, fazendo com que seja incluído nos exames e avaliações diagnósticas”, explica a especialista.

O próximo Café  Científico está previsto para acontecer na primeira terça-feira do mês de março. As especialistas pretendem debater temas relacionados à dislexia, abordando questões sobre o diagnóstico e práticas terapêuticas para esses quadros.

Essa publicação foi atualizada em 24 de agosto de 2019 18:36

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Recentes

Neuroplasticidade: a incrível capacidade de adaptação do cérebro humano

Que o cérebro humano é um fantástica central de processamento de informações, programação e distribuição de comandos, você certamente já…

2 meses atrás

“Manhãs da Vita”: especialistas esclarecem ao vivo dúvidas sobre temas de saúde

Temos uma novidade para você: a partir deste mês, uma vez por semana, um especialista do nosso Corpo Clínico estará…

2 meses atrás

AVC: uma pandemia silenciosa

Os acidentes vasculares cerebrais são hoje as principais causas de incapacidade em todo o planeta e a segunda maior causa…

2 meses atrás

Pandemia aumenta riscos de complicações em pacientes com doenças crônicas

Os riscos da pandemia do novo coronavírus vão muito além da Covid-19. Após quase um semestre de mudanças na rotina…

3 meses atrás

Covid-19: seis hábitos indispensáveis dentro do chamado “novo normal”

O isolamento social vai sendo afrouxado, mas o novo coronavírus e a Covid-19 ainda são uma realidade a ser enfrentada,…

3 meses atrás

Cuidados para que o isolamento social não se transforme em solidão e abandono para os idosos

Mesmo com a tendência atual de governos e sociedades afrouxarem a quarentena, a população idosa segue sob a recomendação de…

3 meses atrás