Categorias: Artigos

Exames já são capazes de mapear código genético do paciente

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Compartilhe

A Genética Médica é uma especialidade que tem, nos últimos anos, aumentado muito a sua capacidade de estabelecer diagnósticos, graças ao maior conhecimento clínico e ao apoio de exames que têm um nível de sofisticação que seria impensável há  apenas uma década.

Algumas das novas técnicas, como a que permite o sequenciamento completo do genoma de uma pessoa, já estão disponíveis no Brasil.

Segundo o médico David Schlesinger, doutor em Genética Humana e presidente do laboratório Mendelics Análise Genômica, a nova geração de sequenciadores de DNA torna possível obter informação sobre a constituição de todos os cerca de 20.500 genes de uma pessoa.

Em seguida, com forte apoio da informática, que emprega programas especialmente desenvolvidos para organizar essa informação, determina-se uma relação de variantes genéticas presentes na pessoa que está sendo estudada. Finalmente, os médicos analisam essas variantes e  buscam aquela que explica o quadro clínico do paciente, respondendo, desta forma, à pergunta médica inicial.

“Esse trabalho é comparável ao de buscar uma agulha no palheiro, e achar a agulha”, define o especialista.

De acordo com  Schlesinger, os testes mais antigos têm margem de acerto da ordem de 10% a 30%, enquanto que os testes mais modernos têm margem superior a 70%. “E o mais importante é que são testes com taxas maiores de acerto e preços similares aos demais testes”, ressalta.

O conjunto dos nossos 20.500 genes, distribuídos nos 23 pares de cromossomos presentes em todas as células,  representam menos de 2% de todo o genoma. No entanto, a maior parte das doenças genéticas decorre de alguma alteração localizada neste conjunto, e seu estudo é conhecido como análise do exoma.

Existem milhares de doenças genéticas, e muitas delas podem ser causadas por alteração de um, entre muitas dezenas de genes. E é especialmente nesses casos que a metodologia tradicional de investigação genética, que consiste na análise de um gene após o outro, é extremamente dispendiosa e ineficiente.  Com a análise do exoma, pode-se analisar milhares de genes ao mesmo tempo e apontar qual deles é o responsável pela doença.

Alguns exemplos de doenças que podem ser diagnosticadas pela análise do exoma: deficiência intelectual, retinopatia pigmentar, miocardiopatias hereditárias, epilepsias graves da infância, neuropatias hereditárias, doenças endócrinas genéticas, imunodeficiências primárias, síndromes familiais de predisposição a câncer, etc.

Segundo o especialista, praticamente qualquer doença geneticamente determinada pode ser diagnosticada pela análise do exoma. Na
sua opinião, a análise individual e seriada de cada gene será gradativamente substituída por esses novos métodos de análise genética.

O médico explica que a Mendelics é uma empresa focada  em inteligência médica e tecnologia, sendo formada por uma equipe de médicos, biólogos moleculares e bioinformatas, todos com larga experiência na área de Genética Humana. Para o especialista, o surgimento de mais laboratórios com esse perfil no Brasil será uma tendência nos próximos anos. Mas, por enquanto, a Mendelics é o único laboratório a realizar integralmente no país o sequenciamento do exoma.

 

 

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

6 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

6 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás