Categorias: Artigos

Nove dicas para manter a pele linda no inverno

Produzido por
Dra. Tallita Rezende

Dermatologista

Compartilhe

Por Tallita Rezende,
Dermatologista

O inverno já chegou e, se por um lado esta é a estação preferida de algumas pessoas, por outro, é caótico para muitas delas. Ainda mais quando o assunto é o cuidado com a pele durante a temporada mais fria do ano. Os ventos frios e secos e os banhos quentes e demorados contribuem para deixar a pele desidratada. Ocorre também uma diminuição das secreções naturais que funcionam como um “manto protetor”. A pele seca provoca coceiras e o ato de coçar leva à irritação, favorecendo o surgimento ou a piora de problemas na pele, como manchas vermelhas, coceira e descamação. Mas é possível passar pelas baixas temperaturas sem sofrer com esses males ou ter que abrir mão de um bom banho quente.

Em vez de nos queixarmos do frio, devemos aproveitar a estação para tratar da pele, cabelos, mãos e pés. Nessa época do ano, a pele pede hidratante, sabonetes mais suaves, cremes com maior poder de lubrificação e proteção. Deve-se usar algo emoliente nos lábios, para evitar que rachem. Para as mãos, especificamente para quem tem de lavá-las com freqüência, além de sabonetes líquidos hidratantes, cremes especiais reaplicados após as lavagens dão grande sensação de conforto e bem-estar.

Aqui vão algumas dicas e cuidados para a manutenção de uma pele bonita no inverno:

1) Cremes para usar no inverno não precisam ser necessariamente diferentes dos de verão. Mas a hidratação deve ser mais intensiva. Quem apresenta pele seca pode aplicar produtos à base de óleo de amêndoa, aloe vera, uréia. Também são indicados hidratantes com componentes antioxidantes, como as vitaminas E, A e C. Peles oleosas necessitam das opções em forma de gel (oil-free), que cumprem a função de proteger do frio e minimizar o aparecimento de cravos e espinhas.

2) A esfoliação é importante para a pele oleosa (excesso de sebo) e também para a pele de pessoas morenas a negras, que tende a adquirir aspecto acinzentado ou esbranquiçado durante processo de renovação celular. Ao remover as células antigas, a pele fica preparada para uma hidratação homogênea.

3) É importante destacar que a hidratação é feita de dentro para fora. Portanto, beba pelo menos dois litros de água diariamente, mesmo se não tiver sede.

4) Mesmo nos dias nublados e com chuva, o protetor solar é essencial, pois uma grande quantidade de raios solares conseguem atravessar as nuvens e atingir nossa pele.

5) Os lábios também sofrem com a ação do frio e podem rachar e até criar feridas. Para proteger os lábios das rachaduras, o aconselhável é protetor em forma de batom incolor, que contenha óleo, umectante e silicone.

6) Limpe sempre o rosto antes de dormir para retirar as impurezas acumuladas durante o dia e desobstruir os poros. A pele vai respirar melhor e estar preparada para a aplicação do hidratante.

7) ) Evite banhos muito quentes e prolongados, e o uso constante de buchas – pois elas removem a camada que protege a pele e que ajuda a mantê-la hidratada. Para aqueles que não abrem mão de um prazeroso banho quente, prefira sabonetes à base de glicerina e óleos lubrificantes.

8) Para os homens, que muitas vezes não gostam de passar cremes, há a alternativa de usar óleo de banho no corpo, antes de entrar no chuveiro, e, então, tomar banho normalmente: um pouco desse óleo permanece evitando o ressecamento.

9) Algumas doenças podem piorar no inverno, como a psoríase, dermatite seborréica, dermatite atópica, dentre outras, nas quais a pele torna-se mais seca, áspera e descamativa. Nesse caso, redobre a hidratação da pele e procure seu dermatologista. Só ele saberá o tratamento adequado para seu problema.

Curta bastante o friozinho e cuide da sua pele!

Essa publicação foi atualizada em 26 de agosto de 2019 12:38

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por
Dra. Tallita Rezende

Dermatologista

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

6 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

6 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás