Categorias: Artigos

Solidão: um vilão para a sua saúde, comparável ao tabagismo e à obesidade

Compartilhe

A solidão mata. Estudos recentes têm demonstrado que a solidão é responsável por reduzir a expectativa de vida, equivale a fumar 15 cigarros por dia e causa mais danos do que a obesidade.

Vivemos “o paradoxo da mídia social”, onde nunca as pessoas se conectaram a tantas pessoas na história, porém, nunca se sentiram tão solitárias também na história.

Recentes estudos demonstram que a solidão tem se tornado um problema de Saúde Pública e um problema da vida moderna, impactando na saúde física e mental, e que o uso de Facebook, Instagram e Internet em geral tem correlação com a piora da solidão.

O estudo feito pela seguradora CIGNA demonstrou que mais da metade dos americanos se sentem solitários.

As gerações mais afetadas pela solidão são a geração Z (18-22 anos) e a geração Y (23-37 anos), até mais que as pessoas mais idosas.

Neste estudo foi demonstrado que a solidão equivale a mortalidade de fumar 15 cigarros por dia e tem impacto maior que a obesidade.

Como a solidão se tornou um problema de Saúde Pública ela deve ser combatida igual ao tabagismo, a obesidade, o HIV e o sedentarismo.

Deve fazer parte da consulta ao clínico geral o uso das mídias sociais do seu paciente e como ele se sente solitário.

A solidão é um grande problema de Saúde Pública e tem dobrado desde os anos 80. Recentemente, os pacientes têm reclamado mais para os seus clínicos de solidão que diabetes e doenças cardíacas.

Devemos ter cuidado de não diagnosticar solidão como sinônimo de depressão.

Estudos demonstram que solidão aumenta o risco de doenças cardíacas, AVC, altera o sistema imune e dificulta a recuperação do câncer. A solidão tem correlação próxima com depressão e pode predispor a morte mais precoce.

Um estudo da associação americana de psicologia demonstra que as pessoas que têm maior conexão social tem menos de 50% de chance de ter morte precoce.

As pessoas solitárias tem muito mais chance de ser obesas e morrerem precocemente.

Outro achado importante é que as pessoas que têm menos conexões sociais tem muito mais chances de desenvolver doença de Alzheimer.

Como combater a solidão?

  1. Faça atividades voluntárias;
  2. Faça atividades físicas e interaja com as pessoas na sua academia;
  3. Participe de grupos de livros, viagens, etc.;
  4. Faça alguma atividade educativa, não em EAP, mas presencial;
  5. Participe de algum grupo de comunidade religiosa;
  6. Fique menos nas redes sociais;
  7. Adote ou compre um pet, passeie com ele nos parques e interaja com outras pessoas que possuem animais.

Vamos prontamente combater a solidão!

Essa publicação foi atualizada em 28 de agosto de 2019 13:33

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por
Dr. Aécio Gois

Cardiologista

Recentes

Sialorreia: um sintoma que precisa ser observado no paciente neurológico

Comum em pacientes com quadros neurológicos, a sialorreia é caracterizada pela dificuldade na retenção e deglutição da saliva ou pela…

1 mês atrás

Tratamentos com toxina botulínica em foco entre Neurologistas Infantis

As terapias realizadas com toxina botulínica na área da Neurorreabilitação têm chamado cada vez mais atenção dos especialistas em Neurologia…

1 mês atrás

Por um olhar mais atento às doenças raras nos atendimentos de Saúde

Enfermeiros de todo o Brasil se reuniram em Salvador (BA), para se aprofundarem em protocolos de atendimento e no conhecimento…

2 meses atrás

Fonoaudióloga da Vita também brilha nos palcos como cantora

A fonoaudióloga Simone Sperança, que integra o Corpo Clínico da Vita e é responsável pelo setor de Audiologia da clínica,…

2 meses atrás

Especialistas da Vita falam no maior evento de Neurologia Infantil do país

Especialistas da Clínica Vita darão palestras e workshops durante o Congresso Brasileiro de Neurologia Infantil, que acontece em Recife, de…

2 meses atrás

Dia da Paralisia Cerebral é celebrado com ações inclusivas em todo o mundo

Especialistas e pacientes da Clínica Vita participam do I Encontro do Dia Mundial da Paralisia Cerebral, em piquenique no Parque…

4 meses atrás