Alergia 2018-06-04T22:46:58+00:00

Alergia

O que é?

Alergia ou reação de hipersensibilidade é uma resposta imunológica exagerada, que se desenvolve após a exposição a um determinado antígeno (substância estranha ao nosso organismo) e que ocorre em indivíduos susceptíveis (geneticamente) e previamente sensibilizados.

Saiba mais

Uma vez que a pessoa tenha se sensibilizado (formado anticorpos IgE), a reação alérgica pode ocorrer de forma imediata após o contato com o agente (alérgeno) ou se estabelecer lentamente, vindo a se manifestar de forma contínua. Isso depende do grau de sensibilização (quantidade de anticorpos IgE), do tipo de alérgeno que suscitou a reação e da freqüência do contato com o mesmo. Exemplo de manifestação aguda e potencialmente grave é a anaflaxia (reação alérgica grave, com acometimento de todo o organismo; podendo levar á dificuldade de respiração, perda de consciência e morte – quando não tratada imediatamente). Esta pode ser desencadeada por alimentos, medicamentos e por insetos, como abelhas, vespas (marimbondos) e formigas.

Por outro lado, a asma e a rinite alérgica ou rinoconjuntivite alérgica são exemplos de manifestações alérgicas que ocorrem de forma crônica por exposição contínua a alérgenos do ambiente derivados de ácaros, pólens e fungos do ar, entre outros. A intensidade e a frequência dessas crises podem interferir na qualidade de vida do paciente.

Para o diagnóstico das alergias, deve-se levar em consideração: história clínica, fatores desencadeantes, antecedentes familiares e pessoal de alergias e exame fisíco.

Existem alguns testes disponíveis para a determinação de possíveis alergenos ou substâncias desencadeantes das reações, porém para cada teste há uma indicação precisa. Portanto, depende do tipo de alergia que o paciente apresenta. Dentre os teste mais utilizados estão, Teste de Puntura ou Prick Test e Teste de Contato ou Patch Test. Outros teste disponíveis são para avaliação da imunidade celular (como PPD, candidina e tricofitina). Além de teste de provocação para alimentos e medicamentos. Todos esses testes devem ser realizados pelo especialista em alergia e Imunologia, que é o profissional capacitado para tais procedimentos e tratamento.

Sim. Sempre.

Além das agulhas filiformes, que outros equipamentos costumam ser utilizados em uma sessão de Acupuntura?
A agulha de Acupuntura é um dos instrumentos desenvolvidos pela Medicina Tradicional Chinesa. Como recurso terapêutico, em determinados casos, a agulha pode ser associada a outros métodos, tais como:

Eletroacupuntura: utilização da eletricidade para estimular os pontos da Acupuntura. É indicada para tratar tensão muscular intensa, dor crônica ou para anestesia (hipoalgia). Em geral, são utilizados dois tipos de estímulos alternados, de frequência de 2 Hz e 100 Hz. O primeiro exerce efeito analgésico prolongado e cumulativo. Já o segundo, efeito analgésico rápido e de curta duração.

Acupuntura a laser: é um recurso terapêutico, geralmente reservado para tratamentos em crianças menores, em alguns casos de dor nas mãos ou nos pés, ou em indivíduos que tenham restrições muito severas ao uso de agulhas. Porém, sabemos que o raio laser apresenta menor efeito terapêutico em comparação com as agulhas.

Ventosas: recipiente de vidro ou plástico semelhante a um copo, no interior do qual é produzido vácuo para prendê-lo à superfície do corpo. Exerce efeito relaxante muscular e analgésico.

Moxibustão: mecha de fibras secas de artemísia, também em forma de bastão, que, ao queimar-se, aquece os pontos de Acupuntura. É aplicada em pacientes com doenças crônicas ou enfraquecidos.

A formação em Acupuntura Médica requer primeiramente os seis anos de formação em Medicina e, depois, mais dois anos de pós-graduação em Acupuntura, em instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), pelo CFM e pelas Sociedades Brasileiras de Acupuntura. Também é possível o profissional realizar residência médica em Acupuntura. Após a formação (pós-graduação ou residência), é necessário ainda passar pela prova de título, para obtenção do grau de especialista.

Um tratamento de Acupuntura dispensa outras abordagens médicas ou o uso de medicamentos?
Não. O tratamento com a Acupuntura, ao auxiliar em alguns sintomas, pode ajudar na diminuição do uso de medicamentos de uso contínuo. Mas o paciente deve sempre consultar seu médico antes de fazer qualquer mudança de medicamentos.

Tire suas dúvidas