Categorias: Artigos

Proteção labial ainda é esquecida pela maioria

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Compartilhe

Quando os especialistas alertam sobre a necessidade de fotoproteção para a pele, isso inclui os lábios. E quando falam em proteção solar para os lábios, é bom que fique bem claro, falam para ambos os sexos e para pessoas de todas as idades.

Nossos lábios são áreas constantemente expostas aos raios solares e nem sempre quem se preocupa em proteger a pele se atenta também para a necessidade do uso de filtro solar labial.

“As mulheres já começam a utilizar batons com fator de proteção solar, mas, mesmo assim, essa ainda não é uma preocupação muito grande. Entre os homens, geralmente a preocupação de aplicar um protetor labial está restrita aos dias de praia, e olhe lá”, constata a dermatologista Tallita Rezende.

Enquanto isso, a incidência do câncer de boca entre a população brasileira é uma das mais altas do mundo. Excluindo-se o câncer de pele, o câncer bucal pode ser considerado o mais comum na região da cabeça e do pescoço, respondendo por uma média de 38% dos casos registrados no país.

Paciente com queilite actínica (grau 2). Fonte: Anais Brasileiros de Dermatologia.

Cerca de 10% dos tumores malignos que ocorrem no corpo humano estão localizados na boca. Embora as estatísticas sobre esse tipo de câncer incluam as diversas regiões onde ele pode ocorrer (língua, palato, assoalho bocal e lábios) e a sua ocorrência esteja também relacionada a outros fatores de risco (como a genética e o uso de cigarro, por exemplo), é certo que a constante exposição dos lábios à luz solar, de forma desprotegida, surge aí como um fator relevante.

Uma lesão muito comum, que já é considerada pelos especialistas como pré-malígna, é a quelite actínica, cuja principal característica é o ressecamento acentuado e a formação de crostas esbranquiçadas que evoluem para lesões irreversíveis e alterações crônicas na aparência labial.

O quadro acomete, principalmente, indivíduos do sexo masculino, com idade superior a 50 anos, mas também ocorre em mulheres e jovens. A principal causa é a exposição prolongada (e sem proteção) aos raios solares.

 

Dicas para a fotoproteção labial

– Homens e mulheres devem usar diariamente um filtro solar labial. O fator de proteção mínimo para esse produto deve ser 15, sendo que, nas situações de exposição intensa, o mínimo sobe para 30;

– O produto deve ser reaplicado a cada duas horas ou após as refeições e higienização bucal;

– Batons que tenham fator de proteção solar podem ser usados no lugar dos filtros solares labiais, desde que a pessoa lembre de fazer a reaplicação regularmente;

– Quando a exposição solar é intensa e prolongada, as medidas mecânicas de fotoproteção também são importantes. O uso de bonés e chapéus ajuda a proteger os lábios;

– A manteiga de cacau, embora hidrate, NÃO  é um agente de fotoproteção e não está recomendada para esse fim.

Produzido por
Clínica Vita

Assessoria de Comunicação

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

8 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

9 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás