A Síndrome do Bebê Sacudido

Produzido por
Dra. Simone Amorim

Neurofisiologista e Neurologista Infantil

Compartilhe

Por Simone Amorim,
Neurologista Infantil

Recentemente, tenho visto circular nas redes sociais uma ilustração que alerta para a Síndrome do Bebê Sacudido ou, em inglês, “Shaken Baby Syndrome”. No meu ponto de vista como neurologista infantil e pediatra, trata-se de um alerta extremamente pertinente.

Esta síndrome é causada a partir do ato de balançar crianças pequenas com força, muitas vezes até mesmo de brincadeira, ou no intuito de fazê-la parar de chorar, por exemplo.

O que ocorre é que isso faz com que o cérebro se movimente dentro da calota craniana (ossos do crânio), e o movimento de aceleração/desaceleração pode causar lesões graves.

Entre as complicações da Síndrome do Bebê Sacudido estão situações como o rompimento de veias e artérias, que podem levar a hemorragias; além de concussões, que levam ao edema cerebral (inchaço do cérebro).

Entre os sintomas da SBS estão vômitos, letargia (lentidão), cegueira, surdez, irritabilidade, convulsões, distúrbios da fala e déficits motores (paralisias). Dependendo da lesão causada no cérebro, a SBS pode causar até mesmo a morte da criança.

O diagnóstico de crianças com a SBS não é algo raro de se ver. Geralmente os pais ou cuidadores próximos ocasionam o quadro, inúmeras vezes devido ao desconhecimento de que esta atitude pode causar danos tão sérios à criança.

Lamentavelmente, também há inúmeros casos onde as crianças são deliberadamente submetidas a maus tratos, que ocasionam a síndrome – e outros traumas físicos e psicológicos. Sempre cabe à equipe médica de socorro estar atenta a essa possibilidade.

Para a família, informação, orientação e atenção são sempre os melhores caminhos. Nunca sacuda o bebê, nem de brincadeira. Essa é a regra.

Abaixo, uma das ilustrações que têm circulado pelas redes sociais:

Essa publicação foi atualizada em 24 de agosto de 2019 15:37

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por
Dra. Simone Amorim

Neurofisiologista e Neurologista Infantil

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

4 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

5 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás