Um cérebro rápido e eficiente: quem não quer? Para isso é preciso ter neurônios saudáveis e neurotransmissores em ordem.

sono 150x150 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

1. Durma bem. O nosso rendimento cai quando dormimos mal porque, durante o sono, o cérebro consolida as memórias do dia anterior, organiza o pensamento e exercita a criatividade e, além disso, prepara-se para as atividades do dia seguinte.

Claro, a genética é um fator importantíssimo nesse processo, mas, cada vez mais, a ciência comprova que nossos hábitos e comportamentos podem ser determinantes para a nossa performance intelectual.

mapa 150x150 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

2. Saia da rotina. A automatização das nossas atividades condiciona os processos mentais, exigindo menos esforço cerebral. Por isso, pequenos desafios como fazer novos caminhos, experimentar novos ambientes, etc. são importantes para a plasticidade cerebral.

O cérebro é como um músculo. Precisa ser estimulado e trabalhado. A plasticidade neuronal envolve a capacidade das células cerebrais (neurônios) de estabelecer novas conexões entre si (sinapses).

“Quando oferecemos desafios ao cérebro, nós o estimulamos a criar novas conexões. Isso ajuda a manter essa estrutura ativa e protegida”, explica a neuropsicóloga Marina Alves.

Por outro lado, alguns hábitos e fatores ambientais desfavoráveis prejudicam o desempenho das estruturas cerebrais e do sistema nervoso como um todo. O excesso de hormônio cortisol e de adrenalina, por exemplo, prejudica o funcionamento cerebral.

atv fisica 150x150 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

3. Movimente-se. A atividade física age no sistema nervoso central em vários níveis. Ela reduz os
níveis de cortisol e adrenalina, diminuindo o estresse e a ansiedade; estimula a formação de redes dentro do hipocampo (região responsável pela memorização) e melhora o sono. Tudo isso beneficia a concentração, os processos criativos e o raciocínio lógico.

É claro que não podemos nos poupar todo o tempo e nem, tampouco, nos dedicar somente a atividades que favoreçam a saúde cerebral. Mas, no dia a dia, existe uma série de medidas que podemos adotar para ajudar a preservar a vitalidade das estruturas cerebrais e a turbinar o seu desempenho. Podemos e devemos ajudar o nosso cérebro a se manter eficiente.

organizando 150x150 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

4. Organize-se. O planejamento de atividades e a boa gestão do tempo e do ambiente à nossa volta “libera” o cérebro para as atividades cognitivas.

 

remedio 150x147 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

5. Cuidado com calmantes e estimulantes. O uso excessivo e sem critério desses medicamentos pode acabar atrapalhando os processos mentais.

 

 

 

 

 

 

 

ansiedade 1 300x230 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

6. Cuidado com a ansiedade e a depressão. Viver em estados emocionais desequilibrados também pode gerar desgastes para o cérebro, com o passar do tempo. Procure ajuda profissional.

respire saudacc81vel 300x224 Sete medidas que ajudam o cérebro a funcionar melhor

7. Administre o estresse. Se, por um lado, os pequenos desafios fazem bem ao cérebro, viver em permanente estado de tensão, por outro, não é nada saudável. Esquecimento, desatenção e baixo rendimento costumam ser sintomas típicos de quem está estressado. Dedicar-se a atividades relaxantes e prazerosas são medidas fundamentais para a sua saúde cerebral.