Blog da Vita

Evite 10 erros comuns em relação ao uso do filtro solar

2016-02-05T00:00:00+00:00 5 de fevereiro de 2016|Artigos, Destaques|0 Comments

Tallita Rezende,
dermatologista

O protetor solar tópico é considerado o principal meio de proteção da pele, tendo seu uso diário recomendado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Fazer com que nossos pacientes adotem isso como um hábito rotineiro ainda é um desafio para nós, dermatologistas.

Deixar para aplicar o filtro somente ao chegar a praia é um erro comum.

Deixar para aplicar o filtro somente ao chegar a praia é um erro comum.

Felizmente, pelo menos na hora da exposição prolongada, grande parte da população já tem noção do caráter indispensável do produto e ele já não fica de fora da necessaire na hora de arrumar a mala para passeios e atividades ao ar livre, como as que vamos ter agora, durante o carnaval.

Acontece que, mesmo consciente da importância do uso do filtro solar, muita gente utiliza o produto de forma errada, comprometendo a sua eficácia. Listo aqui alguns desses principais equívocos. São questões simples, mas que fazem toda a diferença para a proteção da pele, livrando-a de problemas imediatos e futuros!

Fique, então, atento aos seguintes pontos:

– Não é porque o tempo está nublado que o filtro solar deve ser dispensado. No mormaço e nos dias de chuva, a radiação solar também alcança a pele!

– Não é porque você vai ficar à sombra e não é de se expor diretamente ao sol que o produto pode ser dispensado. Os reflexos dos raios solares no chão, na areia e até mesmo na água também queimam a pele!

– Passe o filtro antes de sair de casa, pois o correto é ter o produto na pele cerca de 15 a 30 minutos antes do início da exposição solar.

– Reaplique o produto a cada duas horas, todas as vezes que entrar na água.

– Se suar muito, como no caso de práticas de esportes ou desfiles em blocos, reaplique o produto também.

– Lembre-se de que áreas como orelhas, ombros, colo, braços e mãos também ficam expostas e também devem receber a aplicação do produto.

– Os lábios também não devem ser esquecidos. Para eles, existem protetores específicos.

– Observe o seu tipo de pele antes de escolher o protetor, pois, além do fator de proteção, os filtros têm indicações diferentes, conforme as características da pele de quem irá usar – há aqueles mais indicados para as peles secas e os mais apropriados para as oleosas, além dos específicos para o público infantil.

– Cheque o prazo de validade do produto e descarte-o no caso de estar com validade vencida.

Vale lembrar ainda que as barreiras físicas de fotoproteção, como o uso de óculos esculos, chapéus e barracas de praia são importantíssimas e devem ser combinadas com o uso dos filtros solares. Atento a esses cuidados, o restante será só alegria!

Um ótimo carnaval a todos!

*Dra. Tallita Rezende, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), escreve quinzenalmente para o Blog da Vita.

Leave A Comment