Categorias: ArtigosDestaques

Evite 10 erros comuns em relação ao uso do filtro solar

Produzido por
Dra. Tallita Rezende

Dermatologista

Compartilhe

Tallita Rezende,
dermatologista

O protetor solar tópico é considerado o principal meio de proteção da pele, tendo seu uso diário recomendado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Fazer com que nossos pacientes adotem isso como um hábito rotineiro ainda é um desafio para nós, dermatologistas.

Deixar para aplicar o filtro somente ao chegar a praia é um erro comum.

Felizmente, pelo menos na hora da exposição prolongada, grande parte da população já tem noção do caráter indispensável do produto e ele já não fica de fora da necessaire na hora de arrumar a mala para passeios e atividades ao ar livre, como as que vamos ter agora, durante o carnaval.

Acontece que, mesmo consciente da importância do uso do filtro solar, muita gente utiliza o produto de forma errada, comprometendo a sua eficácia. Listo aqui alguns desses principais equívocos. São questões simples, mas que fazem toda a diferença para a proteção da pele, livrando-a de problemas imediatos e futuros!

Fique, então, atento aos seguintes pontos:

– Não é porque o tempo está nublado que o filtro solar deve ser dispensado. No mormaço e nos dias de chuva, a radiação solar também alcança a pele!

– Não é porque você vai ficar à sombra e não é de se expor diretamente ao sol que o produto pode ser dispensado. Os reflexos dos raios solares no chão, na areia e até mesmo na água também queimam a pele!

– Passe o filtro antes de sair de casa, pois o correto é ter o produto na pele cerca de 15 a 30 minutos antes do início da exposição solar.

– Reaplique o produto a cada duas horas, todas as vezes que entrar na água.

– Se suar muito, como no caso de práticas de esportes ou desfiles em blocos, reaplique o produto também.

– Lembre-se de que áreas como orelhas, ombros, colo, braços e mãos também ficam expostas e também devem receber a aplicação do produto.

– Os lábios também não devem ser esquecidos. Para eles, existem protetores específicos.

– Observe o seu tipo de pele antes de escolher o protetor, pois, além do fator de proteção, os filtros têm indicações diferentes, conforme as características da pele de quem irá usar – há aqueles mais indicados para as peles secas e os mais apropriados para as oleosas, além dos específicos para o público infantil.

– Cheque o prazo de validade do produto e descarte-o no caso de estar com validade vencida.

Vale lembrar ainda que as barreiras físicas de fotoproteção, como o uso de óculos esculos, chapéus e barracas de praia são importantíssimas e devem ser combinadas com o uso dos filtros solares. Atento a esses cuidados, o restante será só alegria!

Um ótimo carnaval a todos!

*Dra. Tallita Rezende, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), escreve quinzenalmente para o Blog da Vita.

Essa publicação foi atualizada em 26 de agosto de 2019 11:38

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores.
Caso deseje entrar em contato conosco, escreva para blogdavita@vitaclinica.com.br
Produzido por
Dra. Tallita Rezende

Dermatologista

Recentes

Paralisia Cerebral: desafios e principais caminhos terapêuticos

A Paralisia Cerebral apresenta características e necessidades individualizadas, que exigem acompanhamento multidisciplinar e ajustado para cada caso. Veja as abordagens…

4 meses atrás

Como a Neuromodulação tem beneficiado pacientes com diversas condições

A Neuromodulação não invasiva tem ajudado pacientes com as mais diversas condições. O procedimento promove a plasticidade cerebral, através da…

5 meses atrás

Critérios para garantir uma aplicação segura de toxina botulínica

Hoje em dia, quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios terapêuticos da toxina botulínica. Assim como já ocorreu…

1 ano atrás

Sinais, diagnóstico e tratamento da espasticidade na criança

Agora, uma conversa com pais e familiares. Espasticidade é o nome de um sintoma muito prevalente em crianças com comprometimentos…

1 ano atrás

Toxina botulínica: treinamentos com aulas práticas e estudos de casos na Clínica Vita

Não é por acaso que a Clínica Vita é atualmente o maior serviço privado do país na terapêutica com toxina…

1 ano atrás

Clínica Vita abre suas instalações para treinar médicos na terapêutica com toxina botulínica

Clínica Vita oferece treinamento a médicos de todo o país interessados na terapêutica com toxina botulínica na área neurológica. O…

1 ano atrás